sábado, novembro 01, 2008

RPG Literário no CAIC-FURG


Depois de uma semana longe deste diário de bordo virtual, em que reflito sobre meu fazer tecno-pedagógico, artístico e cultural, volto com muitas novidades que aos poucos irei postando. Precisaria que o meu dia tivesse 25 horas, para dar conta de tudo, e também recuperar aquela 1 hora perdida com o horário brasileiro de verão, que nos fez antecipar em 60 minutos os relógios. Como não somos máquinas, o simples ajustar de horário convencionado implica em mudanças biológicas. Eu, particularmente, adoro o horário de verão pela questão de poder aproveitar mais o dia (o que provoca dormir menos também, risos).
Nessa uma semana fora do mundo virtual, no mundo real estive em constante atividade, em três turnos: dois no trabalho (manhã e noite) e um no estudo (a tarde, tentando estruturar a dissertação do mestrado em Letras), além de outras coisas mais. Meu relógio biológico entrou em pane. Minha memória RAM também. Precisei dar um tempo para não saturar meu "processador" natural. Apelei até mesmo para a "água de Melissa", um composto natural, para desestressar... Agora, um pouco melhor, os desafios se avolumam, na reata final de 2008. Mas tudo vale a pena, se a alma não é pequena, já dizia Fernando Pessoa.
Então, essa semana, na 5ª-feira a tarde, na E.M.E.F. Cidade do Rio Grande - CAIC - FURG, retomei com as professoras de lá o Projeto RPG Literário.
O referido projeto, que é um desdobramento do blog RPG - Role Poetic Games ou Jogos Poéticos Virtuais, que trabalha com a idéia de produção literária em colaboração virtual. Andréia Pires, integrante do RPG e professora do CAIC propôs às colegas essa atividade, e a partir daí, participei de dois encontros no laboratório de informática da escola, em setembro e outubro. Na primeira vez mostrei o que é um RPG, um RPG Literário, um blog e um blog educacional. No segundo encontro, parti para estratégias de construção e uso de um blog. A proposta e título do projeto é a Produção Textual e Criação Literária em Sala de Aula e em Ambientes Virtuais.
Este projeto tem por objetivo promover a produção textual e a criação literária em sala de aula e ambientes virtuais, como laboratório de informática e internet, através de blogs, em que as narrativas e as histórias criadas visem estimular a criatividade e o trabalho colaborativo, entre professores e alunos; propondo ao final do mesmo uma avaliação dos resultados obtidos e uma mostra da produção dos grupos à comunidade.
Nesse segundo encontro abordei:
- Motivação e automotivação: motivação do aluno e automotivação do professor (que deve ser quase um arte educador);
- Pesquisa mediada em colaboração: dentro e fora da escola – professor atua como o Mestre do jogo RPG, que vai distribuindo as cartas e atividades ao grupo, mediando as etapas, enquanto os alunos, a partir de tópicos vão pesquisando na internet, na biblioteca, em revistas, etc. – estabelecendo um roteiro básico inicial e deixando livre a criatividade dos alunos;
- Reprodução, produção e criação compartilhada de conteúdos: 1ª fase, a reprodução e repetição de outros modelos (blogs), do copiar e colar; 2ª fase, de criação de narrativas, estimulando a criatividade e originalidade dos alunos, com a utilização de desenhos, fotografias, vídeos, músicas, etc;
- Referenciação e direito autoral: sempre divulgar em nota de rodapé ou observação abaixo do corpo do texto de uma postagem a fonte de pesquisa, endereço da página de onde foi tirado tal tema, imagens, etc. Tendo esse cuidado, não há perigo em uso indevido de direito autoral, tanto de texto como de imagens;
- Estimulação/sedução do leitor de blog e do autor (aluno/professor): através do uso de título que levem à curiosidade/interesse sem apelar para o sensacionalismo. Ex: ao invés de colocar como título de uma postagem a frase “exemplo que não deve ser seguido no ambiente escolar” para descrever situações reprováveis, inverta a lógica da estrutura, intitulando “a pedagogia do exemplo”, e no corpo do texto explicite sua opinião, fudamentando-a com o uso de links para sites que corroborem com a mesma.
Os sites de busca (indexadores de conteúdo) como Google, Altavista, Cadê, etc. fazem pesquisa por palavras e expressões. Muitos visitantes podem chegar ao blog de um professor ou de uma escola por conta de certos título bem construídos;
- Sempre que possível, utilizar alguma imagem própria ou de terceiros (desde que referenciada), para ilustrar a postagem. Lembrem-se que o leitor do mundo digital é um leitor de imagens mais do que palavras, e que “uma imagem, muitas vezes vale mais do que 1000 palavras”;
- Usem e abusem do hipertexto e da intertextualidade: no primeiro caso, fazendo links (atalhos) para outros blogs, fotologs, páginas da internet, ou blogs individuais dos próprios integrantes do projeto; aproveitando a intertextualidade com outros autores que comungam com vocês das mesmas idéias e ideais, isso estimula a criação de uma rede de amigos virtuais (outros blogueiros educacionais), que farão propaganda de seu trabalho;

* Alguns blogs educacionais, que podem servir de inspiração:

- Caldeirão de Idéias, de Robson Freire, do NTE Itaperuna-RJ (possui projeto Cinema na Escola, onde indica filmes que podem ser trabalhados por profs. com alunos, indicando atividades e outras possibilidades de interação)
http://nteitaperuna.blogspot.com

- Caminhos para Chegar, de Bernardette Motter, de Caxias do Sul-RS (trabalha com projetos de aprendizagem em ambiente virtual wiki)
http://caminhosparachegar.blogspot.com

- Me Acharam, de Márcia Ribeiro Paganella, de Caxias do Sul (blog de tecnologia educacional, com ênfase na educação especial)
http://meacharam.blogspot.com

- Arte Brasilis, de Vera Lúcia Guidi, de São Paulo-SP (blog da arte educadora paulista, que trata de educação, arte, cultura)
http://artebrasilis2.blog.terra.com.br/

- Sobre Educação, de Elisângela Zampieri, de Curitibanos – SC (professora que discute educação)
http://sobreeducacao.blogspot.com/

- Blogosfera da Marli, de Marli Fiorentin- RS, (professora que trabalha com seus alunos através de diversos blogs na educação, arte e cultura)
http://blogosferamarli.blogspot.com/

- Teatro e Vida, de Vilmabel Soares Gibon, de Porto Alegre/São José do Norte (blog que trabalha com a proposta do Teatro Pedagógico, mesclando arte, educação, brincadeiras, etc)
http://teatroevida.blogspot.com/

Por fim, apresentei a técnica da Folha em Branco, na qual o professor da turma preenche o alto com a descrição de um cenário ou atividade (como feito no RPG, em que Andréia publicou o primeiro texto que serviu de ambientação para que cada colaborador/escritor criasse seus personagens), estimulando a criatividade e originalidade dos alunos, orientando-os a pesquisar em outros ambientes além do virtual (internet, wikipédia), como também em revistas e jornais da biblioteca escolar. Depois que todos os alunos colocaram na folha de papel suas idéias, parte-se para a pesquisa e, mais adiante a construção de um blog coletivo que pode ser educacional (através de projeto de aprendizagem) ou literário (com a construção de narrativas). Os demais integrantes do RPG Literário, Suellen Rubira, Ana Matias, Leandro Kerr e Jouber Cunha participarão de outros atividades.
Como exemplo de sensibilização para que a turma participe da atividade, sugeri o uso de uma música, um conto, poema, desenho, fotografia, etc.
Apresentei às profªs. presentes um pequeno vídeo do YouTube, chamado Children See, Children do (criança vê, criança faz) e pequeno texto de Marina Colassanti, intitulado PROVA DE AMOR (que usei na graduação em letras), e que é muito interessante para trabalhar com os alunos noções de verossimilhança e veracidade. Dizem que a história procura e veracidade e a literatura a verossimilhança. Mas a realidade ao redor parece contradizer os conceitos. Há muitas vezes aparentemente mais veracidade na literatura do que na história. Vejam só o exemplo do texto abaixo. Embora seja inverossímil mulher crescer barba espontâneamente, a veracidade do texto está na metáfora da prova de amor, muito comum entre casais iniciantes, principalmente entre os jovens.

PROVA DE AMOR

"Meu bem, deixa crescer a barba para me agradar", pediu ele.
E ela, num supremo esforço de amor, começou a fiar dentro de si e a laboriosamente expelir aqueles novos pêlos, que na pele fechada feriam caminho.
Mas quando, afinal, doce barba cobriu-lhe o rosto, e com orgulho expectante entregou sua estranheza àquele homem: "Você não é mais a mesma", disse ele. E se foi.
(Colassanti, 1986, p. 165).


Observação: Slide Show acima com fotografias do RPG Literário.

2 Comments:

Blogger Taibai Li said...

huangqihang0529pandora charms
cheap jordans
gucci outlet online
coach outlet online
cheap jerseys
pandora outlet
toms outlet
ray ban glasses
air max 95
true religion outlet
michael kors outlet online
christian louboutin sale
gucci outlet
kate spade bags
soccer jerseys
tory burch outlet
michael kors handbags
burberry scarf
air max 90
michael kors outlet
fitflops outlet
kate spade outlet
coach factory outlet
toms shoes
oakley sunglasses wholesale
pandora jewelry
true religion jeans
gucci uk
true religion outlet
ralph lauren uk
burberry handbags
tory burch outlet online
q

05:42  
Blogger John said...

jordans
toms shoes
uggs outlet
uggs on sale
oakley sunglasses
christian louboutin outlet
louis vuitton
jordan shoes
coach outlet
abercrombie and fitch
ugg boots
hollister jeans
cheap uggs for sale
louis vuitton outlet
nike air max
hollister uk
lebron james shoes
ugg slippers
cheap uggs
gucci outlet
nike huarache
uggs on sale
polo ralph lauren outlet
burberry outlet
ugg boots
toms outlet
ugg boots
nike roshe run
ugg outlet
coach outlet online
louboutin pas cher
cheap oakley sunglasses
20151203YUANYUAN

00:42  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home