terça-feira, outubro 14, 2008

O Professor Nosso de Cada Dia...


O vídeo acima, é uma pequena homenagem àqueles que fazem da Educação uma verdadeira Lição de Vida, já que o dia 15 de outubro é dedicado a comemoração do Dia do Professor, no Brasil.
Quando eu estava concluindo o ensino fundamental, meu professor de Matemática José Renato Ferrari (e se é Ferrari é bom), fez uma brincadeira com seus alunos, provando por A mais B, ou melhor, por 1 + 2, que descontando os dias santos, feriados, férias, as horas não trabalhadas, restava ao brasileiro comum - o trabalhador -, somente um dia útil de trabalho, que por acaso era o 1º de Maio, feriado! Claro que era uma forma bem humorada de mostrar como a matemática poderia tornar-se matemágica, fazendo um truque que nós, alunos, custamos a descobrir qual era o mecanismo da piada. A "matemática" das palavras e a "poesia" dos números sempre me encantaram. Quis o destino, por linhas tortas, muitos atalhos e caminhos longos, que eu sempre tivesse a educação e professores ligados quase que umbilicalmente a minha vida.
Minha mãe foi professora (das séries iniciais) e me fez amar a literatura. Hoje, realizo-me também como escritor e poeta. Minha esposa, conheci mais de 10 anos antes de iniciarmos uma vida em comum, numa fila de banco, e depois quis o Destino nos reaproximar, na mesma escola em que é professora de Matemática. Eu mesmo, que já fiz de tudo um pouco, há quase 16 anos trabalho na Educação, e cerca de mais de 5 anos com informática. E brinco com meus alunos (professores e estudantes) que quem gosta de informática deveria adorar matemática, pois uma deriva da outra...
Enfim, será que se É de fato professor, educador, mestre apenas um dia, ou apenas em seu horário de trabalho? Conheço pessoas que ESTÃO professores com dia, hora e local marcados, e que ao tocar o sinal para ir embora, esquecem de seu papel pedagógico e social.
Conheço profissionais para os quais a escola ideal é aquela em que aluno é robotizado, e diz somente: sim senhor(a), não senhor(a)... Que adorariam a Educação a distância, de preferência eles ou os alunos bem distantes uns dos outros. Sei de pessoas que abraçaram o magistério por falta de opção, por necessidade, por múltipla escolha... E que há 5 anos de completar o tempo de serviço, já se julgam incapazes de enfrentar novos desafios, pois se dizem "velhos" demais para coisas como a informática, a tecnologia, a ciência em geral, que vão sendo incorporados gradualmente ao cotidiano escolar... Idosos aos 40, 50 anos de idade. Já ouvi dizer - torço que seja mera lenda urbana - que têm criaturas que adoecem apenas no turno que estão professores na educação pública, mas que continuam sãos e salvos na outra metade, em escola privada...
Para esses não desejo um Feliz Dia do Professor, pois são meros burocratas do saber... Que mercantilizam seu tempo e conhecimento, fazendo jus àquela piadinha infame que diz: "Eles fazem de conta que me pagam, e eu finjo que trabalho".
Nesse Dia do Professor, desejo muitas felicidades, saúde, paz, reconhecimento e a devida paga um dia, quem sabe, a todos aqueles SÃO e não apenas ESTÃO Professores, e que enfrentam todos os problemas dentro e fora da sala de aula (e que não são poucos!!!), com perserverança, com dedicação, com fraternidade, igualdade, humanidade, e , acima de tudo, como muita dignidade... Além de ética e profissionalismo. Que não esperam passivos pelas tais condições ideais de trabalho, e vão à luta, dentro de suas possibilidades. Que são adorados pelos alunos, pelo exemplo que dão e não apenas pelas facilidades que fazem; que se importam com o seu semelhante, que tratam o colega como um amigo e não um adversário; que apesar de as condições e a remuneração não serem as ideais, por conta do ideal, dão o seu melhor, independente de premiações, distinções, gratificações, etc... Que fazem o seu melhor, pois assim sentem-se realizados, e que o verdadeiro prêmio é quando percebem que seus alunos seguiram em frente (e superaram o mestre!), ultrapassando os desafios, graças a sua participação especial em suas vidas... Que são pais substitutos de filhos de pais ausentes, ainda que de corpo presente!
Aprendi com o "professor" Francisco de Assis (vídeo acima, com participação de Ana Carolina), meus primeiros passos em educação ambiental, e de certa forma ele foi um grande professor para muita e muita gente, desde então. Sua oração, que mais parece um hino, é algo que conforta àqueles que são também professores e não àqueles que estão sempre contando as horas para ir embora, se aposentar... Ser professor é ter vocação. Nunca foi tão dificil enfrentar os desafios da educação em geral, mas sem O Professor Nosso de Cada Dia, que pode estar na escola, em casa, n'algum lugar, seria muito e muito pior...
Confesso: como educador, todo domingo a tarde, não raras vezes, tenho vontade de desistir, de buscar uma profissão melhor remunerada, melhor reconhecida pela própria sociedade, menos cobrada, que tenha um plano de carreira justo e que estimule aos que querem progredir a irem em frente... Toda segunda-feira, quando encontro certos colegas, amigos, troco idéias, experi~encias, imediatamente "desisto de desistir", e essa rotina, creio que me acompanhará enquanto viver; pois, independente do cargo ou função que eu exerça, considero-me um educador 24 horas, já que tudo que eu faço sei que repercute nas pessoas que me rodeiam e com essas sempre também estou aprendendo algo novo. Professor de fato, para mim, é aquele que tem a consciência de que ensinar e aprender é uma lição diária; que educar é uma lição de vida. Independente da graduação, pós-graduação, pós-pós-pós o que for... De tudo que se lê, se vê, se aprende, uma pequena parte é apreendida pela memória, por isso a importância de estar recuperando vivências e leituras de vida e de mundo a todo instante.
Educar é iniciar com a repetição até memorizar, para então partir para a criação e a colaboração compartilhada entre alunos e professores... Mas só se memoriza aquilo que tem sentido e significado para nós... Educar, portanto, é dar sentido a nossa vida e a vida de quem segue nossa lição... Cartilhas, manuais, passo-a-passo são indicações e não caminhos fechados e sem volta... A verdadeira lição é a que a Vida nos dá diariamente, e mesmo quando somos reprovados em relacionamentos humanos, afetivos, em profissões que não temos talento ou vocação, á própria Vuda, como uma professora séria mas afetuosa, sempre nós dá uma nova chance de tentar ir adiante: uma Recuperação Terapêutica.
Agradeço, portanto, a todos os professores, concursados ou não, que foram, são e ainda serão meus mestres, tenham ou não PhD, título ou carteira de habilitação. E, em especial, ao velho "Chico", lá da pequena cidade de Assis, que legou ao mundo e às pessoas uma lição de vida, desejando aos demais "teachers" não votos de pobreza, muito pelo contrário, de riqueza interior e quiçá um dia o devido reconhecimento financeiro também. Milagre? Espero que não seja preciso... Que a Educação seja um dia um gênero de primeira necessidade, integrante da cesta básica de cada um, independente de discursos, promessas, etc. e tal. Feliz Dia do "Fêssor" a todos que educam uns aos outros... O verdadeiro professor jamais se aposenta de sua vocação: de aprender ensinando, de ensinar aprendendo!
Observação: Video acima, com Oração de São Francisco, cantada por Ana Carolina, extraído do YouTube, endereço abaixo
http://br.youtube.com/watch?v=RvK8YYu5ME4

1 Comments:

Blogger Robson Freire said...

Olá caro amigo

Que prazer ler outra maravilha como essa. Assim como você nascemos já respirando educação, alguns de berço outros por opção.

Educar e ser Professor são duas coisas muito caras a minha pessoa. Me sentir parte de alguma coisa maior que minha simples existência, influenciando o futuro de pessoas e levando a essas pessoas uma esperança de um mundo melhor é fantástico.

Um mundo onde não haverá miséria, dor, sofrimento, violência e principalmente fraternidade entre os homens de boa fé começa e termina na sala de aula.

O ser e o estar professor são coisas que eu e você convivemos dia a dia. Ver e conviver com professores como os que você cita: "Professor de fato, para mim, é aquele que tem a consciência de que ensinar e aprender é uma lição diária; que educar é uma lição de vida." me fazem acreditar que ainda há gente de bem no mundo.

Acreditar que diariamente fazemos a diferença e o que me move todos os dias.

Parabéns a você pelo Dia dos Professores e pela maravilhosa postagem

22:18  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home