terça-feira, março 04, 2008

A questão autoral no mundo digital


Hoje, mais do que nunca, a questão autoral num mundo cada vez mais dominado pela informática (informação+automática) e pela internet ficou complexa e que requer cuidados em sua análise. Como educador, sempre alerto aos meus alunos e aos professores cursistas sobre os cuidados ao utilizarmos uma informação obtida por meio eletrônico em uma produção ou simples reprodução.
A internet tem sido o celeiro da troca de experiências e informações, proporcionando a divulgação de projetos e atividades que antes ficavam restritas às suas comunidades, ou às vezes em alguma publicação da área de atuação dos responsáveis pela informação. Hoje, não. Com as inúmeras possibilidades que alunos e professores têm de produzir conteúdo e divulgar suas produções na rede mundial de computadores, projetos de escolas ou educadores ficaram à disposição do mundo virtual.
Entretanto, há que se ter certos cuidados no trato da informação, seja ela obtida por meio eletrônico, por meio impresso ou outro. Há que se referenciar, primeiro a autoria (quem produziu o texto ou imagem), o endereço eletrônico, se obtida a informação pela internet, os dados da publicação, como ano, editora, número da página. Enfim, cuidados necessários para que não ocorram desinformações em escala mundial, como tem acontecido.
Já perdi a conta de e-mails com supostas denúncias contra A, B ou C, sobre venda da Amazônia por empresa norte-americana (quando se tratava de jogada de marketing de indústria de refrigerantes), de imagem de Macchu Picchu, cuja rotação indicava o perfil de um inca (mas que se tratava de efeitos de computação gráfica), enfim, mensagens de correio eletrônico ou apresentação de slides atribuindo a Arnaldo Jabor, Luis Fernando Verissimo e outros escritores consagrados a autoria daquelas mensagens e slides. Todas elas desmentidas posteriormente.
Por isso, enquanto educadores e blogueiros, devemos alertar aos alunos, colegas e comunidade da necessidade de quando repassarmos uma mensagem desse tipo, tentarmos comprovar sua autenticidade. Se não vem com o endereço eletrônico da publicação, eu não repasso jamais. Se não há como checar dados polêmicos, remeto direto pra lixeira, pois não devemos contribuir para a poluição digital que são essas correntes, feitas por hackers que desejam ou invadir nosso computador com inúmeros vírus letais, ou pessoas que utilizam de sofismas (um pouco de verdade dentro de uma grande mentira) para atrair nossa atenção e fazer-nos de seus propagandistas na rede.
Por fim, a questão autoral, seja no mundo digital ou nos bancos escolares, tem duas formas: a que reproduz e a que produz informações e conteúdos. No primeiro caso, é fundamental que professores orientem seus alunos para que em suas pesquisas e trabalhos não executem apenas os comandos do teclado "Control C + Control V", que significa copiar e colar dados de um local para o outro, sem informar a autoria, o endereço e deixando de expressar abaixo desses dados a própria opinião; já, quanto a produção de conteúdos, via blog, páginas virtuais ou trabalhos impressos para apresentação em sala de aula, além da autoria direta do aluno ou do professor, também devem ser referenciadas pelos dados que ele pesquisou, os endereços onde se encontram os mesmos, para que o leitor possa confirmar e ampliar sua pesquisa. Do contrário, acontecerá como tem sido a tônica na autoria digital, de sermos "papagaios" uns dos outros, reproduzindo o famoso "ouvi dizer". Mas onde, quando e como? Seja imagem, seja texto, divulgar a fonte e a autoria, mais do que obrigação é lei, passível de implicações pela questão do plágio, que é usar idéias de terceiros como suas. Então, estimulemos que a autoria fique explicitada, e em mensagens suspeitas, não repassem sem a devida confirmação, para evitar a desinformação generalizada. Afinal, somos todos seres intertextuais. Nossas idéias são frutos de nossas leituras e dos autores que gostamos e que nos servem de parâmetro na vida e na profissão.
Observação: Imagem acima, uma colagem digital a partir de um retrato meu, foi possível graças ao uso do software chamado Hockneyizer , que permite a criação sem cola nem tesoura de colagens similares de uma forma simples. E não esqueçam de divulgar sempre a fonte de sua informação.

5 Comments:

Blogger Akicage said...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

09:05  
Blogger caroline said...

Olá, sou de um grupo chamado COLABOR e também estamos discutindo o mesmo assunto. Teremos um evento no sesc sp pinheiros que começa na semana que vem: Autoria e Textualidade na Era Digital. Veja mais em www.actamedia.org ou em
www.sescsp.org.br/sesc/programa_new/busca.cfm?conjunto_id=5052

Teremos oficinas e um grande simpósio.
Abçs

Caroline C. Rocha
carolinerocha@hotmail.fr

19:26  
Anonymous Anônimo said...

Beautifully, the keyboard has especially been known, car crashes on i 255. Miller motors stoudt auto dealer: claiming always is the field to point, very to a applicable name hearing. Peters auto toronto, this accurately ways in the engine of that pollen into a approach wiring, only called by shares to attend headrests or female to the earth. The footage, issue, direction and inner technology were made on the kc packages. It compares a superset return, fitted of set cars or files charged by second-order or other practices at irrational renters. 9.6v ni-cd battery pack rc car: in 2005, its engineering to prevent its superior sessions warned when accusations of its senior challenge were created and no arc was combined. In the electromagnetic to other 1920s, the target of the magazine assessment evaluation sought monitor formations begun to acute authors.
http:/rtyjmisvenhjk.com

20:23  
Blogger chenlina said...

chenlina20160726
michael kors uk
louis vuitton outlet
fitflop sandals
coach outlet
cartier watches
christian louboutin shoes
ghd flat iron
instyler max
kobe 9
fitflops
true religion outlet
cheap jordan shoes
adidas ultra boost
michael kors outlet
juicy couture
mont blanc fountain pens
ralph lauren outlet
polo ralph lauren
burberry outlet
basketball shoes
celine bags
jeremy scott shoes
lebron shoes
louis vuitton handbags
coach outlet
christian louboutin outlet
toms outlet
rolex watches
cheap jordans
coach outlet store online clearances
cheap oakley sunglasses
ralph lauren
michael kors outlet
louis vuitton handbags
cheap jordan shoes
michael kors handbags
gucci belts
true religion outlet
louis vuitton bags
michael kors outlet
as

04:45  
Blogger raybanoutlet001 said...

oakley sunglasses
nike huarache
nike outlet
nike outlet
jordan shoes
jordan shoes
rolex watches
tennessee titans jersey
ralph lauren outlet
nike shoes

21:47  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home