quinta-feira, junho 25, 2009

Sondagem sobre o uso de fone celular pelos jovens


Cada vez mais, para entender o mundo em que vivemos e, principalmente, quando se trabalha e convive com o mundo jovem, faz-se necessário conhecer alguns de seus aspectos. Um deles, refere-se ao uso das tecnologias da informação e da comunicação e, mais precisamente, ao uso do aparelho de telefone móvel, tipo celular.
Com base nesses dados, o educador poderá-se estabelecer algumas estratégias de abordagem educacional do uso das TICs e até mesmo do celular, msn, orkut, etc em sua prática.
Como já comentei neste espaço virtual, a maioria das escolas e até algumas universidades, tem o hábito de proibir o uso de orkut, msn, chat, blog, twitter, celular e outras coisas em sua laboratório de informática e na sala de aula. Mas há possibilidades de uso educacional em tudo isso.
Hoje, cada vez mais, está provado que tais recursos estimulam a criação de redes sociais, interligando pessoas mundo afora. Pessoas se comunicam, trocam ideias, indicam links de portais interessantes uns aos outros, sugerem atividades, enfim, promovem uma convergência informal da própria informação que acaba gerando conhecimento.
A educação e os educadores precisam se apropriar mais dessas infinitas possibilidades de tornar significante recursos que são usados como atividades de lazer.
Já usei o chat (sala de bate-papo) pra poder me comunicar com alunos surdos, em projeto de aprendizagem de introdução à informática no ambiente escolar e na educação especial. Neste caso espe´cifico, eu é que me incluí ao universo dos alunos surdos que interagiam com alunos ouvintes, que aprenderam facilmente a Libras (Língua Brasileira de Sinais). O surdo ali, entre os alunos, era justamente eu, e graças ao chat e msn, pude estabelecer um proveitoso diálogo com todos.
Com o orkut, usei a comunidade de uma escola, para debater atividades doutro projeto com os alunos.
Pelo MSN, aprendi a configurar a rede da internet, dentro do programa DosVox, para que alunos cegos pudessem ler seus e-mails. Quem me ensinou essa instalação? Um amigo de um dos alunos, igualmente cego, que primeiro pelo celular, depois pelo MSN me deu o passo-a-passo; e foi, de certa forma, meu professor.
Pelo blog, educadores e alunos podem interagir, dentro e fora da escola, de forma presencial ou a distância (tema a ser por mim pesquisado e praticado na especialização em mídias na educação, que iniciei esse mês); através de e-mails, comentários no diário virtual e até produção colaborativa; ao estilo que já utilizei em diversos blogs coletivos (ainda que de forma mais literária do que educacional).
O twitter (ou miniblog) é um recurso eficaz pra indicar e receber sugestões de pessoas que a gente segue e que nos seguem mundo afora.
Ou seja, as possibilidades são imensas, basta ter disponibilidade de tempo, amigos para estabelecer as trocas, uma dose de criatividade e interesse em explorar os desafios que o Admirável Mundo Novo da tecnologia poderá nos proporcionar.
Voltarei noutra oportunidade a comentar sobre esse tema.

Vejam o que descobri, via twitter de Rodrigo Mazu, que passei a seguir (http://twitter.com/RodrigoMazu):

Sondagem do Núcleo Jovem da Abril revela uso, atrativo de preferências dos jovens com relação aos celulares .

Vejam ainda sobre a questão do fone celular, o link abaixo o vídeo Geração Interativa, que publiquei originalmente no meu outro blog, o Educa Tube, e posteriormente aqui no Letra Viva do Roig.

Geração Interativa

Vejam também:

Outras pesquisas sobre jovens

Leiam esse artigo:

Para que serve o celular?

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home