quarta-feira, abril 02, 2008

O fim da sociedade de consumo?


Na segunda-feira assisti a um documentário incrível, no canal por assinatura History Channel, intitulado O MUNDO SEM NINGUÉM, em que especialistas mostram o que aconteceria ao planeta Terra, caso a humanidade desaparecesse. É mostrada de forma didática como as coisas vão se deteriorando, de obras, construções a mídias, livros, e tudo que não foi gravado na pedra, graças a corrosão e intempéries, em função da falta de manutenção e conservação. É um vídeo instigante de 120 minutos, em que são mostradas por etapas essas transformações: o que sobreviveria até 50 anos após o desaparecimento da humanidade, depois 100 anos, 500, 1000, 10.000. Um tema que me interessa muito e que já li e escrevi a respeito, em artigos de opinião e obra ficcional. No conto A ESCAVAÇÃO, do livro Realidade Virtual (2004), ambos de minha autoria, já falei sobre essa questão, de uma civilização sobrepor-se a outra e deixar apenas vestígios do que já foi (algo meio bíblico: do pós viesses e ao pó voltarás?). No documentário em questão, um dos entrevistados comentou que "é incrível que com todo esse avanço tecnológico, a humanidade ainda não criou uma forma de deixar sua história registrada e sobrevivendo, que não seja através da escrita na pedra" (ou algo nesse sentido), o que concordo plenamente. Se houvesse um hecatombe, daqui a meio ou um século, DVDs, CDs, vídeos, fitas de áudio, nada existiria mais, e se algum extraterrestre pousasse aqui, diria que esse mundo nunca teve vida inteligente (o que eu concordaria, se levado em conta os gastos assombrosos em armamentos e corrupção, e a ínfima parte de qualquer orçamento pra educação, saúde, segurança, etc. das populações de todos os países). Num panorama como este, os visitantes do além, quando muito, encontrariam ruínas de estranhos monumentos em pedra e seus "hieróglifos". Saindo um pouco da ficção e adentrando na realidade circundante, sugiro a leitura da notícia (link abaixo), que serviu de título a esta postagem, extraída do portal Yahoo! Brasil, que trata da opinião de especialista, abordando um suposto fim da Sociedade de Consumo em que vivemos, a partir de radical mudança climática, que forçará também a mudarmos nosso modo de vida. Vale a pena ler, reler, refletir e repassar aos amigos, colegas, alunos, para debater sobre o mundo anda conosco e suas possibilidades de extinção (senão da humanidade, mas de sua modo inconseqüente de existência). Usem nessa discussão, palavras-chave como: tecnologia, informática, ambiente, ecossistema, educação.

Sociedades consumistas durarão no máximo 20 anos, diz especialista

Observação: Imagem acima, colagem de minha autoria, a partir de recortes de revistas (com o uso apenas de tesoura e cola bastão, sendo seu resultado digitalizado no computador), e que serve de banner para meu outro blog ControlVerso , que trata de arte, cultura, literatura e imagens (colagens), todas de minha autoria.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home