segunda-feira, março 10, 2008

Brasileiro deixa tudo para o último dia...


Pois é, nós, brasileiros, somos acusados - nem sempre indevidamente - de deixar as coisas sempre para a última hora, do último dia, seja inscrição para concurso, vestibular, até a famosa entrega da declaração do imposto de renda. Apesar de brasileiro nato, normalmente procuro, pelo contrário, resolver as questões sempre nos primeiros dias. Entretanto, a recém ontem de noite, consegui terminar de revisar e imprimir os 3 ensaios do Mestrado em Letras, área: História da Literatura, para entregar hoje na universidade. Isso mesmo, hoje! Mas foi uma situação atípica. Durante as férias procurei compensar com a família a "ausência ainda que de corpo presente", sempre conectado ao computador, seja no trabalho ou em casa - única forma de ter dado conta, em 2007, de trabalhar 2 turnos (manhã e noite) e estudar a tarde, no mestrado (FURG/2007-2008), além de fazer cursar uma especialização a distância em Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC's) na prmoção da Aprendizagem (UFRGS/2006-2007), um curso de extensão a distância em mídias na educação (UnB/2007), e outras atividades artísticas e culturais, como palestras (sobre tecnologia e educação, arte e cultura), curso de informática educativa, como voluntário, coordenação do Projeto de Informática na Educação Especial e o patronato na 16ª Feira do Livro de São José do Norte - RS - Brasil.
Às vezes, perguntado por amigos, como consigo dar conta de tantas coisas ao mesmo tempo, digo, brincando: "Quando estamos numa montanha russa nem sempre temos tempo para apreciar a paisagem. Presos ao acento e seguros às barras de proteção, vamos em frente, esprando apenas que o carro pare de subir e descer em alta velocidade. Quando paramos e olhamos para os trilhos e o percurso feito, pensamos: como dei conta disso?".
Assim é a vida de educadores e de pessoas que acumulam várias atividades, simultaneamente, aliando organização e despreendimento. Conheço diversos amigos e colegas que vivem nesse "turbilhão", dando conta de vários desafios ao mesmo tempo, e que quando relaxam, ou tiram férias, perdem o ritmo e o tempo volta a ter 24 horas, cada hora 60 minutos, cada minuto 60 segundos. Na correria, 3 ou 4 segundos aguardando que uma página abra, que um arquivo seja anexo, parecem uma eternidade.
Falando em deixar para depois, comigo aconteceu o mesmo, quando em férias. Fui deixando, deixando, e quando vi os prazos tinham se afunilado, e precisei fazer um esforço concentrado para concluir os 3 ensaios, que ficaram satisfatórios, mas que, pra minhas exigências pessoais, precisavam de uma revisão mais detalhada. Terminado esse desafio, inicia agora outros mais, como a escrita da dissertação de mestrado; a visitação esta semana às escolas que possuem laboratório de informática na rede pública estadual, sob jurisdição da 18ª CRE Rio Grande; o início, a partir de 24/3, das oficinas de blog, páginas na internet e jogos educacionais, como multiplicador de informática educativa, trabalhando em NTE; além de outros projetos e atividades profissionais e pessoais. Mas incrivelmente, quando estou nesse corre-corre produzo melhor, pois cada momento é precioso e único, e fico mais focado e concentrado nos objetivos traçados para aquele ano. Então, brasileiros de Norte a Sul, lembrem dos prazos a cumprir, para não ser preciso remediar nem atropelar as coisas pelo caminho.
Nas férias, licenciei-me de tudo, sendo apenas pai e marido, para compensar um outro ano em que estarei às vezes distante, ainda que perto, noutra dimensão, ainda que na mesma casa; vivendo num mundo digital e no real ao mesmo tempo. Esposa professora compreende bem essa rotina e me dá apoio. Sem o suporte familiar, dos amigos e dos colegas, nada seria possível, e sempre faço questão de agradecê-los por isso... Bom, por enquanto é só, já está na hora de virar a ampulheta novamente... O tempo não pára.
Observação: Imagem acima, extraída da internet, do endereço
http://ofantasticomundodehugo.wordpress.com/

3 Comments:

Anonymous Anônimo said...

cara você pois um tema e so no ínicio falo do tema proposto acima depois começou a falar de você mas de qualquer forma parabéns de ser assim tentar resolver as coisas no mesmo momento em que forem passadas

15:22  
Blogger José Antonio Klaes Roig said...

Oi, o objetivo desse post foi realmente mais um desabafo do que um ensaio sobre o tema proposto. Na verdade, meu blog não tem o objetivo de ser diário virtual, e sim um jornal, mas de vez em quando o espelho de narciso que todos temos, nos faz a refletir sobre o nosso particular e o universal. Grato pelo comentário.

21:39  
Blogger dong dong23 said...

asics shoes
jordan retro
toms shoes
gucci outlet
hollister kids
michael kors handbags
louis vuitton
adidas superstar
tory burch outlet
michael kors outlet
coach outlet online
nike huarache shoes
nike air force 1
ray ban sunglasses
louis vuitton handbags
coach outlet
nike blazers
nike air force
michael kors outlet
ray ban sunglasses
coach factorty outlet
kevin durant shoes 8
louis vuitton handbags
michael kors outlet
coach outlet store online
longchamp handbags
coach factory outlet
louis vuitton handbags
replica watches for sale
hollister outlet
burberry outlet
designer handbags
toms shoes
caoch outlet
ugg outlet
air jordan 13
christian louboutin outlet
gucci handbags
louis vuitton handbags
michael kors handbags
20164.18wengdongdong

00:28  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home