sábado, outubro 28, 2006

Virtual Vision

Virtual Vision (visão virtual) é um software distribuído por um banco privado aos seus correntistas ou àqueles que abrem uma conta-poupança de no mínimo R$20,00, que proporciona mais recursos que o software Dos-Vox para pessoas cegas, e que pode ser baixado gratuitamente na página da UFRJ . Principalmente na questão da internet, o Virtual deixa o pc com amplos recursos, enquanto o dos-vox possui limitações...
Graças a Luize Dorneles, nossa monitora com alunos DV (com deficiência visual), pudemos ampliar o projeto de informática na educação especial, que o NTE Rio Grande/18ªCRE desenvolve, desde o ano passado... incluindo os alunos cegos.
Luize é monitora voluntária, e um pequeno detalhe: também é cega. Mais alguns detalhes: nos ensinou a usar adequadamente o dos-vox, atuando junto conosco com alunos igualmente cegos, com baixa visão e alunos com baixa visão e DMs (com deficiência mental).
Luize é uma jovem encantadora, divertida, inteligente, que me ensinou, via MSN, nos poucos momentos que posso acessar a net, a utilizar mais recursos do próprio MSN, como o microfone, o que agiliza a conversação. Discutimos via net, por fone, quais serão as atividades da próxima aula... Lidando com alunos surdos, cegos, com deficiência mental e altas habilidades, cada vez mais percebo, como a grande maioria da sociedade ainda é "cega, surda e muda" em relação a oportunidade de dar uma cidadania plena a todos, independente das limitações físicas que possam ter...
Luize é uma prova disso. Sem a sua intervenção, não poderíamos ter podido ampliar nosso projeto e ainda estaríamos "tateando no escuro" nessa questão...
Éder é um de nossos alunos e está fora da idade regular, recebendo atendimento em sala de recursos para DVs por possuir baixíssima visão... Para enxergar as letras no monitor, só aumentando a fonte pra mais do que o tamanho 28, e raramente consegue visualizar a "flechinha" do cursor na tela, mas optamos por alfabetizá-lo em informática, primeiro no sistema dos-vox, pra que ele memorize o teclado, o que facilitará seu desempenho mais adiante, e até que estávamos obtendo sucesso, não fosse um acidente. Éder, que possui baixa visão foi recentemente atropelado quando aguardava o ônibus para ir à Ilha da Torotama, na zona rural do município de Rio Grande. Um pequeno detalhe: não foi a sua falta de visão o motivo do acidente. Éder estava sentado num banco esperando a condução, quando um motorista alcoolizado (segundo notícias que tivemos) perdeu o controle do veículo e atropelou nosso amigo... Ironia da vida! Quem tem baixa visão nesse caso?
O Virtual Vision (ou a visão virtual) deveria ser extendido também àqueles que enxergam mas não querem ver, assim como outros softwares, para os que ouvem, mas não escutam, e por ai vai... Na Matrix de nossa sociedade, às vezes, parecemos viver numa realidade virtual...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home