segunda-feira, dezembro 22, 2008

Então é NATAL...


Caros colegas, amigos e visitantes do blog Letra Viva, nessa reta final de ano, em que se avolumam atividades e que o ano se encerra, há sempre a necessidade de buscar, diante e tantos apelos consumistas, um pouco do verdadeiro espírito de Natal, sempre colocado em segundo, terceiro e quarto planos...
Diante das recentes tragédias nos estados de Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro (Brasil), fruto de chuvas torrenciais, deslizamentos, alagamentos e reflexos do aquecimento global, entre outras coisas, há que sempre se avaliar o que devemos de fato valorizar... Se o particular ou o universal...
O clipe e a letra da música acima, Fake Plastic Trees (Árvores de Plástico), da banda Radiohead, bem que poderia ser uma pequena canção natalina desses tempos estranhos em que vivemos.
Coloco abaixo a tradução da mesma, para uma pequena reflexão para os nossos usos e costumes, e para que busquemos junto aos nossos, pela verdadeira árvore de Natal, em um mundo em que o verde cada vez mais perde a força e emoção...
Eu já plantei uma árvore, tive um filho e escrevi um livro. Plantei meus amigos, meus livros e discos também, como está escrito noutra bela canção, de Zé Rodrix.
Como a data se aproxima, desejo a todos aqueles que compartilharam comigo seu tempo, sonhos, projetos e realizações, no mundo real e no virtual, um Feliz Natal.


Fake Plastic Trees (Árvores de Plástico)


Seu regador verde de plástico
para sua imitação chinesa de planta feita de borracha
na terra artificial de plástico
que ela comprou de um homem de borracha
em uma cidade cheia de planos de borracha
para se livrar de si mesma

Isto a desgasta
Ela mora com um homem quebrado
um homem de polistireno rachado que só se esfarela e se queima
Ele costumava fazer cirurgia para garotas nos anos oitenta
mas a gravidade sempre vence

(E) Isto o desgasta
Desgasta

Ela parece verdadeira
Ela tem sabor verdadeiro
Meu amor artificial de plástico
Mas não posso evitar o sentimento
Eu poderia explodir através do teto se eu simplesmente me virar e correr

E Isto me desgasta
Se eu pudesse ser quem você queria
o tempo todo


Fonte:
http://letras.terra.com.br/kt-tunstall/1002097/

Observação: Clipe extraído do YouTube, do endereço abaixo
http://br.youtube.com/watch?v=HeowFbvpu0U

3 Comments:

Blogger Robson Freire said...

Olá Querido Amigo Zé Roig

Feliz Natal para você e sua familia! Que as benção de deus sejam derramadas sobre vocês. Que seu trabalho seja glorificado de emoções e prazeres que só quem trabalha sabe alcançar.

Que seu blog, alias seus blogs, triplique de visitas. Que seu mestrado seja um sucesso. Que seus alunos e cursistas tenham o prazer de descobrir o universo digital assim como eu e você o conhecemos.

Enfim caro amigo que tudo de bom para você, pois afinal é Natal.

Obrigado por referendar o Caldeirão de Idéias em seus cursos e por seus comentários sempre prazerosos e visitas sempre muito oportunas.

Abraços do Amigo molhado

12:52  
Blogger Teresinha Bernardete Motter said...

Zé, meu querido amigo, que Deus continue te abençoando.Que possamos "estar perto" em mais um ano que se aproxima. Um grande abraço para ti tua esposa , teu filho e os teus.
Berna

15:46  
Blogger José Antonio Klaes Roig said...

Queridos amigos Robson e Berna,sou m felizardo em poder contar com a amizade de ambos, além de outros amigos de fé na educação, que fazem comigo suas trocas. Num tempo em que só se vê e fala de Papai Noel, e tão pouco de Verdadeiro Aniversariante, sempre é bom lembrar os ensinamentos do Maior Professor que essa Terra já teve. Que bom quando se têm colegas que são amigos, amigos que são coelgas, e que socializam suas experiências em seus blogs.
Que em 2009 possamos estreitar mais ainda a amizade e de repente alguns projetos on-line.
É um presente que não tem preço a amizade e o coleguismo de vocês, além de outro amigos como Elis, Vilmabel e outros que o mundo virtual aproximou.
Como diz um aforismo que não conheço a autoria, mas que muito repito em ocasiões espeiciais: "As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem". Um grande abraço, boas festas e que voltemos ano que vem com a bateria recarregada para os novos desafios!
Do sempre amigo, Zé.

19:58  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home