segunda-feira, agosto 11, 2008

Projeto Cala-boca já morreu


Já conhecia alguns vídeos do Projeto Cala-boca já morreu, por conta de alguns cursos e palestras que assisti, dentro da área da Educação Ambiental, alguns deles proferidos por José Vicente Freitas, assessor do MMA; e pesquisando na internet sobre o projeto em si, vi grandes possibilidades de uso por educadores, por isso indico-o aos interessados.
No portal (http://www.cala-bocajamorreu.org/) consta que "O CALA-BOCA JÁ MORREU – porque nós também temos o que dizer! origina-se de um projeto de Educação pelos Meios de Comunicação, criado em 1995 e desenvolvido até 2003 como uma atividade sem fins lucrativos pelo GENS – Serviços Educacionais, nome fantasia do Grupo Ensino-Estudo S/C LTDA, sob direção de Donizete Soares e coordenação de Grácia Lopes Lima. Em 2004, o Projeto se constitui em uma organização não-governamental.
Dirigido inicialmente a crianças, o Projeto se estendeu também a adolescentes e jovens, oferecendo aos participantes oficinas de rádio, jornal impresso, vídeo e internet, tendo por objetivo ensinar-lhes novas linguagens e tecnologias e, com elas, a produção de informação. Os resultados de tais oficinas foram levados a público através de diferentes veículos de comunicação".
Visitem o portal e vejam as inúmeras possibilidades de interação.
O conceito de educomunicação pressupõe justamente o uso por educadores de recursos tecnológicos como TV, vídeo, som, etc. para a produção de conteúdos pedagógicos.
Todos os vídeos do projeto são ótimos, mas destaco dois, que o projeto produziu:
Nave Terra, com letra e música de Rita Lee, link abaixo:
E Vida de viajante, de Luiz Gonzaga, link abaixo:

Link para o Projeto Cala-boca já morreu

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home