sexta-feira, maio 02, 2008

A Floresta


Hoje, ao visitar meu orkut, vi na lista de atualizações de meus amigos, um vídeo interessantíssimo, postado pela amiga Ivana Silva, que é instrutora de Libras - Língua Brasileira de Sinais, e que foi instrutora voluntária do Projeto de Informática na Educação Especial / edição 2006 (que coordeno desde 2005), pois através de uma amiga em comum, a profª. Daina Pfarrius, soube que Ivana atuava na EEEF Barão de Cêrro Largo, em Rio Grande -RS - Brasil, e que sendo surda, poderia nos auxiliar no referido projeto, como agente de inclusão, pois achava que ela, melhor que qualquer instrutor ouvinte, teria essa experiência de vida, que nos favoreceria e muito a inclusão de fato. Dito e feito, sua colaboração foi inestimável.
O vídeo acima, buscado do YouTube, chama-se The Forest (A Floresta), e embora com legendas em inglês, é uma pequena amostra de como, dadas as devidas proporções e diferenciações de sinais entre países, pode-se através da linguagem de sinais, a exemplo, do que acontece com a música, estabelecer uma comunicação universal. Pode-se não entender tudo (sei poucos sinais de Libras, por isso, dependo das colegas da área de surdez, como Ivana, Cássia, Daina, Cleusa, Kátia, Elizete, assim como elas dependem de mim na questão tecnológica, e "arranho" um inglês mais direcionado à área de informática), mas uma boa parte da história contada pelo personagem virtual, no vídeo acima, podemos compreender. Façamos todos, ouvintes ou surdos, esse exercício de "leitura", interpretação e compreensão de A Floresta (The Forest), que tem uma história bem atual, e que nos remete também a reflexão ambiental.
Como penso que informática e educação ambiental devem ser tratados como temas transversais, e não como disciplinas estanques num currículo escolar, esse vídeo traz essa concepção: tecnologia, educação, inclusão e ambientalismo.

Link para o vídeo:
The Forest

Observação 1: Um vídeo (original da Vcom3D).
Vcom3D Laurent Clerc Nacional e do Centro de Educação de Surdos Universidade Gallaudet, localizado em Washington DC, estão fazendo pesquisa e desenvolvimento de uma prova de conceito do sistema para criar e entregar histórias animadas usando toda a gama de expressões faciais e linguagem corporal da American Sign Language (Língua de Sinais Americana), bem como manual de sinais de auxílio à compreensão de leitura surdos e de estudantes com problemas de audição. Esse projeto é financiado por uma subvenção da National Science Foundation (NSF), e inclui um vídeo da história, intitulado "A Floresta", que foi assinado na American Sign Language por Jason Stewart, um professor da Escola Elementar Kendall Demonstração (KDES).
Observação 2: A Linguagem de Sinais apresenta sensíveis variações de país para país, e no Brasil, inclusive, de estado para estado. Até mesmo em determinados grupos, criam-se sinais próprios, "gírias", como em qualquer grupo social.

1 Comments:

Blogger Profª Thaiza said...

Boa tarde José. Muitíssimo grata por tua presença no QUIMILOKOS, e mais por ter nos 'linkado'.
Que bom que gostaste da página!
^^!
Quanto ao teu post, não conhecia ao vídeo e, concordo contigo em relação a Informática e Ed.Ambiental serem disciplinas transversais.Há muito a ser tratado, discutido e feito, em muito pouco tempo da forma como estão!
[]'s
E um ótimo final de semana!!

14:41  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home