terça-feira, abril 15, 2008

Blog do DTG Lanceiros da Tradição


É com satisfação que indico mais um blog, fruto das Oficinas de Blogs Educacionais, da qual sou responsável, disponibilizada pelo Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) Rio Grande / 18ª CRE, vinculado a Seduc-RS. O blog indicado chama-se Lanceiros da Tradição e foi criado pela profª Beth Oliveira, para divulgar o DTG dos Lanceiros da Tradição da EEEM Bibiano de Almeida, da 6ª região Tradicionalista de Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil. CTG é Centro de Tradições Gáuchas, um local onde é cultivado a história, a arte e a cultura do Estado do Rio Grande do Sul. Para quem não é gaúcho, o DTG é o Departamento de Tradições Gaúchas, ou seja, uma célula em que normalmente está vinculada a um CTG. O Blog Lanceiros da Tradição está repleto de imagens, fotos, álbuns de fotografias (no Bubbleshare), divulgando os eventos que o DTG Lanceiros da Tradição participa e obteve premiações. A colega Maria Elisabeth Oliveira é o patrão (termo usado no Sul para designar o dirigente) da entidade, e professora da rede pública estadual. Uma bela iniciativa de unir educação, arte e cultura. Parabéns a Beth pela iniciativa e aos integrantes do DTG, que são alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Bibiano de Almeida, do município de Rio Grande - RS - Brasil, pelo destacado trabalho na preservação da identidade gaúcha.
Como especialista em História do Rio Grande do Sul: sociedade, política e cultura (FURG-2006), tratei da questão da identidade do gaúcho típico e seu arquétipo na obra de Érico Verissimo, e, em especial, o primeiro volume da trilogia O Tempo e o Vento, intitulado O continente. Em 128 páginas me debrucei sobre duzentos anos de história do meu estado natal, analisando realidade e ficção, comparando a mesma trajetória feita por Erico Verissimo, ao abarcar em sua mais destacada obra ficcional, também duzentos anos de história gaúcha (1745-1945). E o que parecia paradoxal no início de minhas pesquisas, de unir tradição e modernidade, proporcionou-me ao final do trabalho monográfico, não apenas conhecer aspectos da história e literatura gaúchas, mas perceber que o tradicionalismo, muitas vezes associado ao conservadorismo do gaúcho, nesse caso, do CTG, da questão da valorização e culto à memória, às lendas e usos e costumes do estado mais meridional do Brasil, foi de fato um aspecto modernista, iniciando seus passos algumas décadas antes mesmo do Modernismo fundar seu movimento, através da Semana de Arte Moderna de 1922, em São Paulo. Tradição e modernidade, portanto, andam de mãos dadas, e não o contrário, como alguns pensam. É um bom tema para debate, inclusive, já palestrei sobre isso em seminários, em dois municípios aqui da região sul (Rio Grande e São José do Norte). Valorizemos então nossa identidade através da arte e cultura.
Quem quiser conhecer um pouco da alma gaúcha deve visitar um CTG ou DTG, assistir a uma Invernada (show de dança gaúcha), participar de uma Roda de Chimarrão, onde a cuia com o mate passa de mão em mão, de boca em boca, de forma solidária. Um povo só pode ser entendido através de sua cultura. Abaixo, Hino Sul-Rio-Grandense, com Letra de Francisco Pinto da Fontoura e Música de Joaquim José de Mendanha: "Como a aurora precursora/do Farol da divindade,/foi o vinte de setembro/o precursor da liberdade./(Estribilho)/Mostremos valor constância/nesta ímpia e injusta guerra;/sirvam nossas façanhas/de modelo a toda a terra./
Mas não basta p’ra ser livre/ser forte, aguerrido e bravo;/povo que não tem virtude/acaba por ser escravo".
Observação 1: Imagem acima, extraída do blog em questão, no endereço
http://lanceirosldt.blogspot.com/
Observação 2: A letra e a música do hino podem ser baixadas pelo portal abaixo
http://www.galpaovirtual.com.br/hino.php

4 Comments:

Blogger Semíramis Alencar said...

Oi, Roig

Sou carioca da gema, mas quando vejo um artigo desse tipo, fico fascinada: Acho lindo como vocês levam as tradições à sério e lutam para preservá-la. Quando vejo movimentos como o CTG, penso na diversidade cultural do País que está se perdendo (como a Folia de Reis, o Congado, o Jôgo e o Maracatu aqui de MG.) Os jovens do sudeste, ao contrário dos jovens sulistas e nordestinos, parecem ter vergonha de suas tradições o que me deixa preocupada: em breve nenhum remanescente dessas cultura sobreviverão e apenas saberemos de sua existência através dos livros. É lamentável.
Um abraço e continue com o belo trabalho

Semíramis

10:24  
Blogger D.T.G.Lanceiros da Tradição said...

Oi José !
Obrigada pelas palavras maravilhosas dirigidas a nós Lanceiros da Tradição e pela confiança de ter-nos indicado no teu blog . Realmente teu blog propaga cultura através do imenso mundo digital . Adorei também saber que és especialista em História do Rio Grande do Sul, podermos aprender muito com tua ajuda . Nos sentimos honrados em fazer parte do teu blog e nos colocamos a tua disposição .
Um grande abraço

22:27  
Blogger Ciano-Sul FootBall/ETE Getúlio Vargas said...

Estou nas batalhas para colocar slaite no meu blog (cianosulfootball/etegetuliovargas), mas não estou conseguindo. Se poderem me ajudar, fico muito grato.

00:22  
Blogger dong dong23 said...

asics shoes
jordan retro
toms shoes
gucci outlet
hollister kids
michael kors handbags
louis vuitton
adidas superstar
tory burch outlet
michael kors outlet
coach outlet online
nike huarache shoes
nike air force 1
ray ban sunglasses
louis vuitton handbags
coach outlet
nike blazers
nike air force
michael kors outlet
ray ban sunglasses
coach factorty outlet
kevin durant shoes 8
louis vuitton handbags
michael kors outlet
coach outlet store online
longchamp handbags
coach factory outlet
louis vuitton handbags
replica watches for sale
hollister outlet
burberry outlet
designer handbags
toms shoes
caoch outlet
ugg outlet
air jordan 13
christian louboutin outlet
gucci handbags
louis vuitton handbags
michael kors handbags
20164.18wengdongdong

00:24  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home