segunda-feira, janeiro 07, 2008

Como será a nova "década digital"?


Falar em décadas, em termos de tecnologia, hoje em dia, é mais que um exercício de futurismo, já que tudo muda não mais em décadas, mas em anos e semestres no que tange a todo aparato tecnológico. Com o advento da tecnologia sem fio, tudo mudou. Agora Bill Gates em notícia extraída do portal Yahoo! Brasil se propõe a antecipar novidades, dizendo que "que a computação vai fazer cada vez mais parte da vida cotidiana das pessoas, por meio de aparelhos como televisores e celulares". O que concordo, mas isso não indica necessariamente melhoria das condições de vida e trabalho das pessoas. Pelo menos em países em desenvolvimento, pois o que vemos são filas imensas, lentas, com a rede bancária ficando sem sistema a todo momento, mesmo que quase tudo esteja interligado. A mesma regra serve para supermercados e lojas em geral, que diminuem pessoal e aumentam lucros e filas de clientes, muitas vezes insatisfeitos com "tanta" tecnologia em benefício do empregador, nem sempre do empregado e do cliente. O mesmo aconteceu na primeira revolução industrial, com a criação da linha de montagem, diminuindo empregos e aumentando produtividade e lucros, sempre pros mesmos. A verdadeira revolução seria a melhoria da qualidade de vida da população, mas isso sim, nenhuma tecnologia parece se interessar em resolver tal equação de difícil solução. Enquanto isso, os ingênuos e os consumistas ficam aguardando ansiosamente os novos lançamentos, que tornaram tudo obsoleto, ainda dentro de seu prazo de garantia e validade do produto.
"Tudo estará conectado. Será automático. Os usuários não precisarão mais criar pontes entre os aparelhos e lembrar o que está onde", afirmou Gates, fazendo ainda a previsão de que "as pessoas interagiriam mais naturalmente com tecnologia por meio de métodos como o tato e a fala, na próxima década". Tomara que tamanha acessibilidade e desenvolvimento tecnológico traga também uma contrapartida social, com a geração de empregos e não apenas a sua extinção.
Para ler mais sobre a notícia, basta clicar no link abaixo:
Bill Gates antecipa a próxima "década digital"
Observação: Imagem acima, extraída da internet, do endereço
http://aspirinab.weblog.com.pt.

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Outra vertente da tecnologia é a aplicada aos paises em desenvolvimento. É necessário adaptar a tecnologia aos paises em desenvolvimento pois é humanitariamente obrigatório e económicamente viável.
IA3M.blogspot.com

16:16  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home