sábado, setembro 29, 2007

Não acredito mais em Papai Noel, infelizmente...

Caros amigos e visitantes deste blog que discute tecnologia e educação. Lamento informar a vocês que faz muito tempo que deixei de acreditar em Papai Noel, coelhinho da Páscoa, Super-heróis, bicho-papão e outros seres do imaginário infantil. Entretanto, vira e mexe, recebo correntes de amigos, colegas e conhecidos e até mesmo de ilustres desconhecidos convidando a repassar aquela mensagem de correio eletrônico que supostamente nos premiará com fabulosas quantias em dinheiro e coisas similares. Não reclamo, mas não repasso também. Não sou como o padre Quevedo, que gosta de desmistificar falsos videntes, tampouco Mister M, que resolveu contar alguns truques de magia. A vida é mais fantástica que a ficção, e muito mais criativa. Sei bem, pois sou escritor nas horas vagas, cada vez menos vagas...
Vejam só: Mês passado, mostrando a professores, no curso de informática educativa, a usar o Windows Media Player para sintonizar rádios na internet, uma cursista recebeu a mensagem de uma rádio estrangeira de quem tinha sido a 999.999 ouvinte a acessar a página. Parabenizei-a, dizendo que no dia anterior eu também tinha recebido a mesma mensagem de congratulações e não demorou muito e 2, 3, 5, quase todos na sala foram contemplados com o 999.999º acesso a mesma rádio. Todos viramos clones? Creio que não, apenas uma simulação...
Noutra semana, recebi de amigos mensagem de correio eletrônico, dizendo que supostamente a Microsoft para provar que seu navegador Internet Explorer tinha mais uso de que seus concorrentes estava pedindo àqueles que se cadastrassem e enviassem a maior quantidade daquela mensagem a sua lista de e-mails poderiam ganhar dinheiro, e que um deles pretensamente tinha recebido em um mês mais de 23 mil reais. Também deletei tal mensagem e não repassei a ninguém. Até pelo fato que público e notório que se quase 90% dos PCs rodam o sistema operacional windows, e nele vem o navegador internet explorer, esse deve ser também 90% acessado, sem precisar deste tipo de artifício publicitário. Nessa semana, recebi outra mensagem dizendo que eu tinha sido premiado com 800 mil libras por usar um desses programas tipo messenger, e que teria que enviar para um endereço de e-mail um código, endereço e outros dados. Lógico que não enviei. Esmola demais até o Santo desconfia, já dizia minha avó...
Hoje a noite, mais uma mensagem intrigante, ofertando um negócio da China: um lap top de graça!!! Vejam seu teor abaixo, copiado do corpo do email recebido:
Amigos, A empresa "X" está distribuindo gratuitamente "lap tops" com o objetivo de se equilibrar com a Y, que está fazendo o mesmo. A "X" deseja assim aumentar sua popularidade. Por esse motivo, está distribuindo gratuitamente o novo Lap Top .... . Tudo o que é preciso fazer é enviar uma cópia deste e-mail para 8 (oito) conhecidos. Dentro de 2 (duas) semanas você receberá um lap top . Se a mensagem for enviada para 20 (vinte) ou mais pessoas, você poderá receber um lap top. Importante! É preciso enviar uma cópia do e-mail para (e-mail tal...) Não é trote. Funciona. "Não custa participar".
Observação 1: preferi omitir os nomes das empresas e os modelos de lap tops por não acreditar não apenas em Papai Noel, mas também nesse conteúdo. Mas nada tenho contra quem repassa tal mensagem, mais por ingenuidade do que outra coisa. Embora expondo seus amigos e endereços eletrônicos a pessoas desconhecidas.
Como está no título desta mensagem. Infelizmente, não sou São Tomé, mas só acredito vendo. Não creio mais em Papai Noel nem em presentes de grego ou negócios da China, até pelo fato de que tudo que é muito fácil, algo de nebuloso deve conter. Bom, se por acaso, alguém realmente ganhar um lap top, milhares de reais, ou outra coisa, me avisem. Pois, assim como disco voador, todo mundo fala, mas eu nunca tive o privilégio de ver. Não creio em bruxas, mas que elas existem, existem, travestidas de correntes para iludir os sonhadores... Desculpem-me ser desmancha prazeres. Posso até queimar minha língua e ter algum amigo contemplado com um lap top. Eu mesmo, bah, teria o maior prazer de receber um para meus projetos com alunos da educação especial e outras atividades em que poderia me deslocar pela região. Mas, nada é tão fácil na vida. A não ser para espertos que desejam pegar a lista de contatos nossas e repassar a outros. Isso sim, um senhor "negócio da China". Cuidado. Se eu estiver errado, lamentarei a perda de um lap top. Mas, na vida tudo são perdas e ganhos. É preciso aprender a avaliar se os riscos valem a pena. No meu caso, prefiro deixar de ganhar a perder, principalmente a confiança de meus amigos, colegas, familiares, alunos e todos os que acreditam em mim e em meu trabalho. Todavia, vou escrever ao Papai Noel pedindo um lap top. Quem sabe, o Natal se aproximando, e um antigo sonho eu possa realizar, mas de preferência de olhos bem abertos. Sonhar ainda não custa nada. Ainda...
Observação 2: Imagem acima, extraída da internet, de um site português, onde perguntava justamente se acreditava em Papai Noel, cujo endereço virtual é:

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ viagra commander
http://commanderviagragenerique.net/ viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra precio
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra

13:26  
Anonymous Anônimo said...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ achat cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ achat cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis ricetta medica
http://preciocialisgenericoespana.net/ precio cialis

11:24  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home