terça-feira, maio 01, 2007

Rádio e Educação

Segue abaixo, texto extraído do material disponibilizado pelo curso de extensão a distância Mídias Integradas na Educação/Módulo II - Rádio (UnB), do qual sou cursista. São dados interessantíssimos que eu desconhecia, e penso que - para socializar a informação e o conhecimento - grande parte dos educadores (pais e professores) e alunos deveriam saber sobre o Rádio na Educação:

"Imagine ligar seu rádio neste instante e ouvir transmissões de palestras, aulas de Língua Portuguesa, História do Brasil, Geografia, Física, Química e cursos práticos sobre Rádio, Telegrafia, Telefonia e Silvicultura? Pois esses eram alguns dos principais programas transmitidos pela primeira emissora do país, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, fundada em 1923.
Idealista, o professor e antropólogo Roquette Pinto acreditava no poder de levar educação e cultura ao povo brasileiro usando uma surpreendente novidade tecnológica: o rádio. Naquela época já se percebia o potencial educativo do rádio como forma de propagar o saber, graças ao seu alcance, visando à melhoria da educação, diante do grande índice de analfabetismo da época.
Em 1934 foi inaugurada a estação da Rádio Escola Municipal do Distrito Federal que transmitia conhecimentos sistematizados para escolas e para o público em geral. Os alunos-radiouvintes matriculados recebiam, antecipadamente, as apostilas das aulas radiofônicas pelo correio ou na própria Rádio. Acompanhavam as aulas pela Rádio-Escola, resolviam as questões que estavam na apostila e as remetiam pelo correio ou entregavam na Rádio. Quando tinham dúvidas sobre os exercícios, comunicavam-se com a Rádio-Escola por telefone, cartas ou visita aos estúdios da Emissora.
Em 1936, não conseguindo mais manter a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro sem publicidade, Roquette Pinto cedeu-a ao Ministério de Educação e Saúde com o compromisso de que a emissora continuasse a difundir programas educativos e culturais. Ela passou, então, a denominar-se Rádio do Ministério de Educação e Cultura (Rádio MEC), iniciando, assim, o sistema de Rádios Educativas no Brasil.
Você sabia que a Rádio MEC existe até hoje?
Os anos 40 e 50 marcaram a chamada “época de ouro” do rádio, quando o veículo além de atingir boa parte da população era uma fonte de informação com credibilidade mesmo fora do circuito das emissoras educativas, como ocorria com o Grande Jornal Falado Tupi e com o Repórter Esso".
Texto acima de: Patrícia Horta - Doutoranda em Comunicação – ECA/USP e
Renato Tavares - Mestrando em Comunicação – ECA/USP.
Para saber mais sobre educomunicação, acessar link para o NCE-USP, Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo: http://www.usp.br/nce/
Visitem também o site da Rádio do MEC:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home