quarta-feira, maio 27, 2009

O Outro Fenômeno Boyle...


Fonte:
Cecília Meireles escreveu em um belo poema que "a vida só é possível reinventada".
Realidade e ficção, não raras vezes, têm suas fronteiras aparentemente entrecruzadas por essa dialética do cotidiano em que a arte imita a vida e vice-versa...
Para uns, a vida parece um filme. Para outros, a vida é mesmo quase um filme. A história de cada um, dependendo do ponto de vista de quem narra, pode dar mesmo um belo filme... E fenomenal!!! Que o digam os Boyle: Susan, a cantora do concurso Britain's Got Talent, que destaquei na postagem anterior e Danny, o cineasta, que venceu o Oscar de melhor filme com "Quem quer ser um milionário?".
Em 23/02/09, escrevi o texto O Oscar e o efeito Obama que falava desse fenômeno da globalização política, econômica, artística e cultural, mundo afora, mais evidenciada com a eleição do próprio Barack Hussein Obama: o presidente globalizado, filho de negro com branca, com nome de origem árabe, nascido nos EUA.
Naquela época, tratei de passagem sobre o filme de Danny Boyle, pois não tinha assistido. Por absoluta falta de tempo, ainda não pude ver. Sei por comentários de amigos que viram que é ótimo.
De acordo com a Folha Online: "O filme levou oito estatuetas das dez às quais concorria. Uma produção do Reino Unido ambientada na Índia, com elenco e grande parte da equipe indianos, o filme levou os prêmios de melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro adaptado, melhor canção original, melhor trilha sonora, melhor edição, melhor mixagem de som e melhor fotografia".
Um filme que entrou para a história do Oscar, ao meu ver, por ser o mais globalizado de todos a vencer a premiação, no mesmo ano em que foi eleito nos EUA o presidente mais globalizado do mundo... Pode até ser leviano o que vou dizer, mas acredito que em parte sua premiação foi contagiada pelo efeito Obama... mas quando assisit-lo poderei confirmar ou refutar essa impressão.
Alguns dados precisam ser colocados. Conforme a Folha On line (em 23/02/09): "Desde seu lançamento, 'Quem Quer Ser um Milionário?' arrecadou US$ 150 milhões nas bilheterias. O filme também enfrentou críticas e protestos devido a um retrato considerado ruim das pessoas que vivem nas favelas de Mumbai." Segundo ouvi dizer, já arrecadou mais de 300 milhões nas bilheterias mundo afora.
E eis que a vida imita a arte! E acontece um estranho fenômeno com alguns dos atores mirins do filme, que vivem em Mubai, que acabaram sendo despejados da favela, apesar de serem conhecidos no mundo inteiro, por conta do filme que faturou milhões. Afinal, quem quer ser um milionário? O filme e a vida entrecruzados por si só já dariam enredo para um outro filme sobre a vida que virou filme e o filme que replicou a vida... Porém, não sei se Danny Boyle seria de novo o diretor. Nem sei se ele teria interesse nisso, apesar do sucesso, prestígio e riqueza alcançada com o "Quem quer ser um milionário? - o filme". Nem creio que seria a pessoa mais adequada para filmar algo que esteve diretamente envolvido...
Criticado pela omissão diante dos fatos ocorridos com os atores, eis que o diretor Boyle acaba enfim comprando uma casa para o ator mirim despejado. The End? E foram felizes para sempre?
"Quem quer ser milionário? - a vida", é de fato curiosa... Um fenômeno de bilheteria, de premiações no Oscar, mas que não dá independência aos atores que participaram nele, sequer em sua cidade.
Boyle anteriormente alegara que tinham aberto uma poupança para as crianças que atuarem no filme, pensando em seu futuro. Mas que futuo é esse que compremente o presente?
Por que será que essas coisas não me surpreendem mais? Será que é pelo fato de não querer ser um milionário, pois como diz uma piada "o trabalho enobrece o homem e enriquece o patrão"? Ou por sempre analisar os fatos além das fotos, dos flashes, da emoção momentânea? Ou de querer dar aos fenômenos o devido tempo para mostrarem seu valor?
Assim como Susan Boyle é um fenômeno, com milhões de acessos no You Tube, sei que existem outras tantas e tantos mundo afora, em Mubai, Dubai e outros ais, que precisam de outros Danny Boyle para que seu talento fenomenal saia da penumbra dos bastidores e venha para a luz dos holofotes...
Como já disse outras vezes neste blog: conheço educadores que fazem um trabalho fenomenal, mas que nunca viraram tema de filme, sequer de algum minuto milionário de algum programa dominical... Sei que nenhum professor, ainda que deseje e tenha talento pra isso, jamais será apenas com o seu trabalho um dia milionário... Muito pelo contrário! Cada vez mais os defensores da educação bancária querem cortar gastos, fundir áreas do conhecimento em um só profissional, sem aumentar a sua remuneração. Leve dois, três e pague um??? É o que já batizei tempos atrás de "Professores Transformers", que vira e mexe, precisam se transformar, não em carro, caminhão ou avião, como no filme de Spielberg, mas se desdobrar em duas, três, várias atividades na escola e fora dela, tendo a consciência que mesmo assim jamais serão milionários. E muitas vezes precisam conviver com os pobres de espírito.
Se alguém de fato quer e parece que consegue ser milionário neste país são alguns políticos que se elegem humildemente e logo já têm patrimônio incompatpivel com seu cargo, com concessão de rádio, TV, jornal, mansões, até palácios milionários, como o caso daquele deputado, que daria um bom argumento para um filme. Quem sabe um dia Spike Lee venha ao Brasil para filmar a continuação de seu filme "Faça a Coisa Certa!"; talvez, filmando nas Torres Gêmeas do Congresso Nacional, onde já existem muitos milionários posando de franciscanos, até que alguma denúncia traga alguma mansão, palácio, castelo etc à tona.
Se a vida não é um filme, para alguns passa até um filme na cabeça quando se vê de repente entre o glamour e o nada, como foi o caso do menino do filme que foi despejado e agora recebeu do diretor uma casa para viver... Luz, câmera, ação!
Em tempos de gripe suína e espíritos suínos como o ditador da Coreia do Norte, como eu gostaria de acreditar que os fenômenos que causam comoção, emoção, e abalos sísmicos são apenas e tão somente fenômenos naturais, sendo descobertos sem nenhuma artificialidade...

Observação: Vídeo acima, trailer do filme "Quem quer ser um milionário?", extraído do You Tube, do endereço abaixo
http://www.youtube.com/watch?v=gZBCzzvHD4c

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home