segunda-feira, maio 19, 2008

Computador: nem herói nem vilão - uma ferramenta de interação


Tenho acompanhado as discussões sobre a questão do uso do computador no ambiente escolar e familiar, e, apesar de suspeito, já que o uso em ambos, creio que o enfoque não é esse... Para mim tanto o microcomputador, como o videogame, os jogos, a tecnologia em geral não são nem heróis (que podem revolucionar o mundo e seu usuário) tampouco vilões (que vão trazer o caos e a decadência). Como disse certa vez o Dalai Lama, o melhor caminho é o do meio, sem extremismos. Isso não quer dizer que tenhamos que ficar em cima do muro, longe disso. Mas também às vezes tomar partido e ter opinião própria é ficar alheio às disputas de interesses conflitantes com o bom-senso, a lógica e a razão. Não basta boa teoria e intenções, tem que haver uma prática eficiente e condizente com os objetivos propostos.
Li, em revista especializada que determinada instituição, através de pesquisa, informou que o uso do computador pelos alunos provoca notas baixas. Na mesma notícia, o contraponto de outra instituição, dizendo justamente o contrário.
Por conta de mais de 15 anos na educação, de um pouco menos que isso usando a tecnologia para fins particulares, e cerca de 6 anos, com fins profissionais e educativos, posso ousar dar minha opinião parcial (pois somos indivíduos) sobre o tema, que envolve certa complexidade e polarização.
Acredito que o computador possa ser tão nocivo ao alunado, como a faca de cortar pão e passar manteiga no mesmo o é, em certas circunstâncias fora da previsão do fabricante. Não é a máquina que difunde, por exemplo, pornografia, e sim seu usuário. Tudo depende das intenções (boas ou más) do manipulador do equipamento ou da ferramenta. Agora, por experiência própria, posso afirmar com todas as letras, e garrafais, que a informática, a internet, o microcomputador, os jogos, a TV, o rádio, o mp3 e qualquer outro meio eletroeletrônico podem ser um desserviço à educação, se não tiver por parte do educador e escola um comprometimento e planejamento de seu uso eficiente (além do meramente decorativo e propagandista aos pais) no ambiente escolar. Franquear um laboratório de informática para uso irrestrito e sem controle por alunos é uma temeridade, pois todos que já fomos um dia jovens sabemos que falta maturidade pra discernir entre coisas úteis e inúteis no ciberespaço.
Observação: Imagem extraída da internet, do endereço
http://blog.dvdsp.com.br/page/2/

1 Comments:

Blogger John said...

ugg boots on sale
prada uk
coach outlet online
louis vuitton
jordans
toms shoes
kate spade handbags
abercrombie and fitch
abercrombie
ray ban sunglasses
louis vuitton outlet
air max 95
adidas originals
kobe bryant shoes
louis vuitton handbags
michael kors handbags
abercrombie fitch
ugg outlet store
uggs on sale
tiffany and co
ugg boots
true religion outlet
abercrombie & fitch
louis vuitton outlet
pandora jewelry
christian louboutin
cheap oakleys
ray ban sunglasses
ugg clearance
michael kors outlet online
oakley sunglasses
air max 95
ugg boots sale
20151203YUANYUAN

00:25  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home