sexta-feira, maio 18, 2007

Tecnologia e Flexibilidade na Aprendizagem

Outra matéria interessante, que pude acessar, a partir da postagem anterior, trata-se da "Tecnologia e Flexibilidade na Aprendizagem", publicada na página SEEDNET - Revista de Eletrônica de Educação a Distância, pertencente a SEED - Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação (MEC), que pode ser acessada na íntegra, clicando no títlo dessa postagem.
Diz a introdução da matéria: "A cada ano que passa aumenta o número de produtos tecnológicos presentes no cotidiano. Laptops, MP3, MP4, pendrive, telefone celular, palmtop e notebooks são aparelhos que se popularizam à medida em que o consumo desses itens ganha mais espaço. No entanto, de que forma essas novas tecnologias interferem no modo de ser e de aprender das pessoas? Qual o impacto dessa nova era, a ser consolidada pela implantação da TV Digital, nas práticas educacionais? Professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ), coordenadora do Laboratório de Pesquisa em Tecnologias da Informação e da Comunicação (Latec/UFRJ), a professora Cristina Haguenauer defende a união da Educação e da Comunicação num campo híbrido de saber: a Educomunicação. Para a pesquisadora, na era tecnológica, é preciso integrar diversas áreas de conhecimento. "Eu venho procurando integrar os saberes da Tecnologia, da Lingüística Aplicada, da Comunicação, da Educação, em minha prática e nos projetos desenvolvidos pelo Latec/UFRJ. A natureza do conhecimento é transdisciplinar e a busca pelo saber que se pratica na universidade deve refletir essa característica", afirma a coordenadora do Latec, condenando as relações burocráticas que, muitas vezes, dificultam o desenvolvimento de projetos em áreas distintas do saber. Numa postura crítica, a professora da ECO/UFRJ chama atenção para a questão da inclusão digital, salientando o papel do estado como fomentador de políticas públicas e o da universidade como espaço de extensão na área digital."
Trabalhando desde 2005 tanto com tecnologia como educação, juntoa cursos de capacitação continuada para professores da rede pública estadual, no NTE-Rio Grande, bem como coordenando em igual período um projeto de informática na educação especial, em parceria com professoras da educação especial da EEEF Barão de Cêrro Largo (Rio Grande-RS), onde funciona o Núcleo de Tecnologia Educacional da 18ª Coordenadoria Regional de Educação, temos usado justamente em nossos projetos com alunos PNEEs - portadores de necessidades educativas especiais dois princípios do construtivismo: a flexibilidade cognitiva e a aprendizagem significativa, e temos podido ampliar a cada ano nosso projeto, que iniciou com 57 alunos e 5 professoras, e, em 2006, contou com 80 alunos e 08 professoras de educação especial, mais 3 voluntárias (uma instrutora de Libras surda e duas monitoras de dosvox cegas). Para o segundo semestre de 2007 é prevista a continuidade das atividades do referido projeto.
Observação: Imagem acima, extraída do próprio portal onde consta a matéria.

1 Comments:

Blogger Fer said...

Olá,
Foi lançado recentemente um PABX capaz de integrar-se ao SKYPE, permitindo que telefones comuns possam fazer chamadas para contatos SKYPE ou para outros telefones através da rede SKYPE. As chamadas podem ser realizadas, atendidas, colocadas em espera, transferidas de forma extamente igual as da rede de telefonia convencional. O custo é muito baixo e se pega rápido, rápido.
Veja: www.safesoft.com.br/pabx/

15:21  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home