segunda-feira, maio 14, 2007

Notebook popular


Notícia (abaixo) e foto (ao lado) extraídas do portal Yahoo (Agência Estado):

Governo inclui notebook no programa do PC popular

Depois do computador popular, é a vez do notebook popular. O governo federal deve anunciar hoje um programa de incentivo à venda de laptops. Com isso, o computador portátil passa a ter acesso a financiamento com juro supostamente abaixo do vigente no varejo.
As linhas de crédito são oferecidas pela Caixa Econômica Federal, pelo Banco do Brasil e por varejistas credenciados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
No computador de mesa, a linha de crédito ainda não emplacou. O governo diz que, até o momento, foram vendidos 530 mil PCs nas especificações do projeto Computador para Todos. Só que apenas 11.509 foram adquiridos com financiamento dos bancos públicos. Uma possível explicação está nas dificuldades para obter o financiamento.
Para ter direito à linha de crédito, o notebook deve ter tela de 14 polegadas, processador de 1,4 GHz, placa de acesso à rede sem fio (Wi-Fi), gravador de CD, 512 megabytes de memória, disco rígido com capacidade de 40 gigabytes e peso de no máximo 3 quilos - configurações similares às dos laptops básicos disponíveis no mercado.
O sistema operacional precisa ser o Linux, principal concorrente do Windows, da Microsoft. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), 18% dos 8,2 milhões de computadores vendidos no País ano passado saíram de fábrica com o Linux.
A idéia é combater o chamado mercado cinza, computadores geralmente montados de forma irregular e trazidos via contrabando. Para o PC de mesa, a iniciativa já surtiu efeito. As informações são de O Estado de S. Paulo.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home