sábado, maio 26, 2007

Projeto de Informática na Educação Especial


O Projeto de Informática na Educação Especial, do qual sou coordenador desde 2005, juntamente com o apoio da idealizadora, profª Jane Degani, da educação especial, teve notícia publicada em revista nacional; abaixo de matéria sobre "O comitê de acessibilidade" - grupo criado pelo governo federal que reúne especialistas em inclusão sócio-tecnológica de pessoas portadoras de necessidade especiais. A matéria é assinada pelo jornalista Leandro Quintanilha.
Acima fotos escaneadas da matéria que saiu na revista A Rede (www.arede.inf.br) - tecnologia para a inclusão social, edição abril/2007, nº 24, que pode ser acessada na íntegra através do clicar no título dessa postagem. Ou pela versão impressa, às páginas 26 e 27, onde conta também uma foto com a instrutora de Libras (Língua Brasileira de Sinais) Ivana Gomes da Silva, que foi voluntária no ano 2006.
O referido projeto é coordenado por mim, desde 2005, a partir de parceira do NTE- Núcleo de Tecnologia Educacional - Rio Grande - 18ª CRE, do qual fui cordenador até abril/2007, em parceria com as professoras da Educação Especial da EEEF Barão de Cêrro Largo, em Rio Grande, onde o NTE está implantado. Atualmente, me dedico às funções de multiplicador e técnico de informática, além de coordenar o Projeto de Informática na Educação Especial, que sempre ocorre no segundo semestre de cada ano. Em 2005 foram 57 alunos atendidos, por mim, instrutor de informática, e 5 professoras da Educação Especial: Jane Degani (idealizadora), Vera Scholante - área: deficiência mental; Daina Pfarrius Soares, Cleusa Teresinha G. Gonçalves e Graciema Barboza Lindner - área: surdez e Isabel Veleda Rodrigues - área: altas habilidades/superdotação. Em 2006,ampliamos o projeto em número de alunos, turmas e necessidades especiais, incluindo a deficiência visual, ficando assim distribuído: 80 alunos atendidos, em 08 turmas, com 08 professoras: Jane Degani - 02 turmas área: deficiência mental; Isabel Veleda Rodrigues: 02 turmas de altas habilidades/superdotação; Daina Soares, Cleusa Gonçalves e Graciema Lindner: 01 turma CPA área surdez, Simone Delgado: 01 turma de 4ª série inclusiva (surdos e ouvintes); Nirlei Rodrigues e Nicéia, 02 turmas de deficiência visual (cegos e com baixa visão); José Roig e Janaina Senna Martins, 02 multiplicadores de informátiva educativa do NTE e 03 voluntárias: Ivana Gomes da Silva, instrutora de Libras e Luize Dorneles e Luana Monteiro, instrutoras de dosvox (software desenvolvido pelo NCE/UFRJ para utilização com deficientes visuais, a disponível na internet pra download gratuito, no endereço abaixo).
O Projeto de Informática na Educação Especial só tem podido ter continuidade, graças ao envolvimento de todos os participantes, tanto dos alunos PNEEs (portadores de necessidades educativas especiais), como educadores e voluntários. Sem isso, não seria possível sua execução e seu reconhecimento. Cabe destacar também o apoio da CATE - Central de Apoio Tecnológico à Educação, órgão do Departamento Pedagógico da Secretaria Estadual da Educação do Estado do Rio Grande do Sul, ao qual o NTE-Rio Grande está vinculado, recebendo maquinário, cursos de capacitação e apoio pedagógico e tecnológico.
Observação: Projeto Dosvox - http://intervox.nce.ufrj.br/dosvox/

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home