sexta-feira, outubro 12, 2007

Divulgação da XVI Feira do Livro de São José do Norte - RS - Brasil




Ontem, pela manhã e tarde, visitei algumas escolas da rede pública municipal de São José do Norte - RS - Brasil, cidade histórica, também conhecida como Mui Heróica Vila, título dado por D. Pedro, pela defesa do império brasileiro durante a Revolução Farroupilha.
Acompanhado pelas profªs. Edna Tarouco (secretária municipal de Educação do município); Lílian Schwarz (bibliotecária e presidente da comissão organizadora da Feira) e de Rosangela Samaniego (comissão organizadora), visitei 5 escolas.
Já na primeira uma grata surpresa. Na povoação do Estreito, conheci a bela E.M. Padre Eugênio Tyck, onde encontrei amigos e pude conversar com professores, funcionários e alunos. Comentei que era uma satisfação iniciar a divulgação da XVI Feira do Livro de São José do Norte, justo por aquela escola que eu não conhecia, mas que trazia o nome do Padre Tyck, que foi um grande incentivador da carreira nas artes plásticas, de meu pai, o pintor José Américo Roig, o Zeméco, que tem um blog chamado Olhar Virtual, do qual sou editor e que mantenho um acervo digital de sua vida e obra, que tenta resgatar aspectos da história, arte e cultura do município. O padre Tyck, não apenas incentivou Zeméco dar vazão ao seu talento, como foi no Salão Paroquial, da Igreja Matriz, onde o pintor nortense realizou sua primeira exposição de quadros. Antes que essa visita fosse casualidade, já na segunda escola outra agradável coincidência. Na povoação de São Caetano, visitamos a E.M. Guido Fernandes. Seu Guido, como todos o chamavam, foi secretário de administração do município. Eu, quando menino, o conheci pessoalmente, já que minha tia Lélia, que me criou desde o um ano e meio de idade (quando meu pai teve descolamento da retina e ficara cego de um olho). Quando fui morar com meus avós, Lélia era chefe do Departamento Pessoal da Prefeitura, e tinha como sua chefia justamente o seu Guido. Tudo passou a ser mais do que casualidade para mim. A tarde, fomos na E.M. João de Deus Collares - CAIC, e além do contato com profs. funcionários, pais e alunos, pude rever antigos colegas da escola fundamental. Como a escola estava fazendo um almoço pelo dia do professor e funcionário público, fomos gentilmente convidados a participar. O curioso, nessas visitas é o fato de que a maioria dos ex-colegas não me reconheceram de imediato, já que desde 1982 moro no município vizinho de Rio Grande, e venho a São José do Norte, na maioria das vezes a passeio, indo direto para a praia do Mar Grosso, onde moram meus pais há quase 30 anos. Realmente o menino tímido que já fui um dia, mudou interna e externamente. Brinco com os amigos que continuo tímido, só que disfarço bem. Risos. Ainda no CAIC, após o almoço, conheci todas as dependências, seus projetos e estrutura. Visitei também o laboratório da UAB - Universidade Aberta do Brasil, mantindo pela FURG de Rio Grande, para capacitação de professores e cursos de graduação a distância. São José do Norte é um dos municípios pólo da UAB.
Posteriormente, fomos a E.M. Monteiro Lobato, e reencontrei ex-colegas e alguns amigos que, para variar, não me reconheceram. Estar numa escola que leva o nome de um dos maiores escritores brasileiros, que disse que "Um país se faz com homens e livros", foi mais uma coincidência em se tratando de divulgação da um evento literário, até pelo fato que cito muitas vezes essa frase como incentivo ao hábito da leitura em palestras que faço para alunos da rede pública e particular. Seguindo adiante nessa jornada literária, que continuará na semana que vem, visitei a E.M. Cândido Rondon, onde minha mãe (Hildette) foi professora, quando ainda residia na cidade, antes de se transferir para o balneário do Mar Grosso. Lá reencontrei amigos, e tive mais gratas surpresas. Reencontrei Rudi, que foi aluno da dona Hildette (na escola do balneário), sua esposa Simone, diretora da escola, ex-colega de meu irmão Marco, e a profª. (estadual e municipal) Marisane, que é minha "aluna" no curso de informática educativa, no Núcleo de Tecnologia Educacional Rio Grande, onde trabalho. Como toda regra tem a sua exceção, Simone foi uma das poucas pessoas amigas que me reconheceram de imediato. E até comentei, durante o café que lá tomamos, que se vissem minha foto de 20 anos atrás, era com certeza outra pessoa. Enfim, agradeço à SMEC-São José do Norte pela oportunidade de ter visitado essas escolas, ter reencontrado velhos amigos, conhecidos novos amigos, e visitado o interior do município em locais que só conhecia por fotos. Agradeço mais uma vez a minha escolha para ser patrono da XVI Feira do Livro, no município onde cresci, me tornei gente, nasceu o poeta e escritor que há em mim, e que devo muito de minha formação ética, filosófica e moral aos professores e amigos que tive e ainda tenho. Ah, na escola CAIC pude reencontrar a profª. Linei, que foi minha mestre em Português, e que brinco sempre quando a vejo, que ela foi uma das "culpadas", junto a minha mãe, por ter me tornado escritor. Destacando a profª. Linei, presto minha homenagem a todos os professores que tiveram e ainda terão participação em minha vida escolar; pois a vida é a maior escola que temos, e o estudo não se encerra quando deixamos o banco escolar. Muito pelo contrário. Ele é constante.
Ah, antes que me esqueça, agradeço também ao motorista Venildo, da SMEC, que nos conduziu a essa viagem literária pelo município. E vejam só, as coincidências que não param de acontecer em minha vida: conversando com Venildo, de tudo um pouco, mas principalmente sobre a situação da pesca e do pescado na região, soube que tivemos algo em comum. Ambos trabalharam, antes de estar na educação, em indústrias de pescados em Rio Grande. Há uns 20 anos atrás chegaram a ter 34 indústrias, hoje o peixe escasso, são menos de meia-dúzia. Mas isso é um outro tema, para uma futura postagem envolvendo a Educação Ambiental. Como gosto de repetir a cada andança que faço, nas mais diversas áreas (história e literatura; arte e cultura; educação e tecnologia, etc): "Nada é por acaso na vida, nem mesmo o acaso", como já dizia um poeta não-identificado por mim.
Observação1: Imagem acima, bandeira do município de São José do Norte - RS - Brasil;
Observação2: Vista aérea da entrada da doca de São José do Norte;
Observação3: Vista aérea da Barra (ou barrinha) do Estreito, no interior do município de São José do Norte.

2 Comments:

Blogger Unknown said...

jordan shoes
coach factorty outlet online
louis vuitton handbags
christian louboutin
louis vuitton outlet
michael kors
michael kors
hollister kids
louboutin
timberland canada
cheap air max shoes
copy watches
air max uk
michael kors outlet
louis vuitton
timberland uk
prada bags
kate spade
burberry bags
pandora jewelry
chanel bags
coach factory outlet
ralph lauren uk
coach outlet
louis vuitton
concord 11s
jordan 11
ralph lauren bedding
michael kors uk
abercrombie kids
oakley outlet
longchamp outlet
burberry handbags
air max uk
cheap oakleys
mulberry uk
20150713xiong

04:46  
Blogger John said...

coach factory outlet
michael kors outlet
hollister clothing
michaek kors handbags
marc jacobs
tory burch sale
louis vuitton handbags
michael kors outlet
louis vuitton bags
gucci shoes
ugg boots on sale
coach outlet
michael kors outlet
jordan concords
coach outlet online
louis vuitton handbags
christian louboutin outlet
oakley sunglasses
north face jacket
ralph lauren uk
ugg boots outlet
vans shoes
louis vuitton bags
air jordan retro
cheap oakleys
hollister co
nike running shoes
longchamp outlet
ray-ban sunglasses
louis vuitton handbags
tory burch outlet
ugg boots
20151203YUANYUAN

00:39  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home